Milho se aproxima do maior valor em seis anos em Chicago; confira os cenários agropecuário para 2021
04.01.2021

milho negociado na Bolsa de Chicago fechou o último pregão do ano em uma expressiva alta de 2,37% cotado a US$ 4,856 por bushel. Este foi o maior patamar alcançado pelas cotações desde maio de 2014. Foi também o décimo quarto dia consecutivo de avanço dos preços.

O rally de alta no final de dezembro foi sustentado pela forte demanda pelo milho norte-americano e problemas macroeconômicos na Argentina. A tendência é que este cenário permaneça firme para 2021 e devido aos estoques no Brasil e no mundo estarem em níveis historicamente baixos, a pressão sobre os preços pode continuar este ano.

Soja: escalada segue firme em Chicago e preços batem US$ 13,20 por bushel

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago chegaram a romper o nível de US$ 13,20 por bushel no último pregão de 2020. Ao fim do dia, os preços recuaram, mas fecharam em alta diária de 0,73% a US$ 13,10 por bushel. A preocupação com o clima seco na América do Sul segue sendo fator importante de impulso para a oleaginosa nos Estados Unidos.

No Brasil, o indicador da soja do Cepea, com base nos preços praticados no porto de Paranaguá (PR), fechou o ano de 2020 com um avanço acumulado de 75,09%, cotado a R$ 153,90. As atenções do mercado para 2021 estarão voltadas para o apetite chinês em relação à soja brasileira e à dinâmica da taxa de câmbio, que dependendo da recuperação da economia no Brasil, pode ficar mais acomodada na comparação com o ano passado.

Boi: arroba termina 2020 com alta de quase 30%

O indicador do boi gordo do Cepea terminou o ano de 2020 cotado a R$ 267,15 por arroba. Dessa forma, a valorização acumulada chegou a 29,09%. A máxima do ano foi registrada em 13 de novembro a R$ 291,80 por arroba.

A expectativa das principais consultorias do mercado bovino é que os preços se mantenham firmes em 2021, mas com valorização menos intensa. As variáveis que merecerão atenção são o ritmo de exportação, sobretudo para a China, o consumo doméstico, a oferta de animais confinados e à pasto e a dinâmica da taxa de câmbio.

 

fonte: Canal Rural

Compartilhar
Receba Novidades Por email Digite abaixo seu email e fique por dentro de todas as novidades da Germipasto
NOTÍCIAS RELACIONADAS
 
  Rua Ceará, 2807 - Vila Célia
Campo Grande / MS
79022.390
(67) 3389.6700
0800.647.0050
 
 
© 2008 - 2021 - Germipasto Indústria Comécio e Importacão e Exportação de Sementes Ltda. Todos os direitos reservados. As fotos aqui veiculadas logotipo e marca são de propriedade do site www.germipasto.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial, sem a expressa autorização da administradora do site.